ABIH/SP apoia a campanha de sensibilização de direitos de crianças e adolescentes
04Ago

ABIH/SP apoia a campanha de sensibilização de direitos de crianças e adolescentes

Com a presença do vice-prefeito do Rio de Janeiro/RJ, Adilson Pires, e do atleta olímpico, Hugo Parisi, foi lançada, na segunda-feira, 1º de agosto, na capital fluminense, a campanha “Respeitar Proteger Garantir – Todos Juntos pelos Direitos de Crianças e Adolescentes”. O evento ocorreu durante as boas-vindas aos 75 voluntários, brasileiros e estrangeiros, que serão responsáveis pela sensibilização direta do público durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.

A campanha tem como foco a proteção integral das crianças e adolescentes durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. A expectativa é que as ações de mobilização e engajamento ultrapassem o período das competições e sejam replicadas em mais eventos de grande porte. Para atingir essa meta, as ações visam envolver o máximo de instituições, governos e organizações da sociedade civil durante a maior competição esportiva do mundo, na prevenção de cinco violações de direitos de crianças e adolescentes consideradas as mais recorrentes em grandes eventos: a exploração sexual infantojuvenil, o trabalho infantil, o uso de álcool e outras drogas, crianças e adolescentes em situação de rua e crianças e adolescentes perdidos ou desaparecidos.

“O projeto que envolve tantos jovens de dentro e de fora do Brasil, em uma ação de voluntários, neste período de Olimpíadas, tem vários aspectos fundamentais. Um deles é que nós possamos levar, a todos os turistas e a população de modo geral, que a nossa cidade, nosso país e o mundo já não aceitam mais essas violações de direitos de crianças e adolescentes”, disse o vice-prefeito Adilson Pires durante a cerimônia.

Falando sobre o envolvimento do poder público com o terceiro setor, como na campanha “Respeitar Proteger Garantir”, o prefeito Adilson destacou o engajamento e o claro papel de cada instituição para o êxito da campanha. “Quando nós fazemos uma parceria com a sociedade civil, que envolvem voluntários, temos que agir sempre de forma sincera, séria e transparente, cada um podendo fazer a sua parte. Essa é a chave do sucesso, ou seja, integrar pessoas que tenham aspecto e papéis diferentes em busca de uma causa comum”.

A campanha “Respeitar Proteger Garantir – Todos Juntos pelos Direitos de Crianças e Adolescentes” vai divulgar os principais canais de denúncia ao público e aos turistas para que acionem o Sistema de Garantia de Direitos (SGD) a qualquer sinal de violação: o Disque 100 e o aplicativo Proteja Brasil. No período das Olimpíadas, também serão instalados plantões integrados, pelo Comitê de Proteção Integral a Crianças e Adolescentes nos Megaeventos do Rio de Janeiro, locais com todo o suporte técnico, o que envolve cerca de mil profissionais, para prestar esclarecimentos ao público durante os jogos.

“Quando surgiu o convite para participar desta campanha eu não pensei duas vezes, pois eu acredito que vivo em um dos lugares mais democráticos: o esporte, onde deixamos de lado todos os nossos preconceitos, discriminações e o que vale é o espírito esportivo, que vença o melhor. Muito mais do que respeitarmos as crianças e adolescentes, eu vejo que esta campanha está tentando assegurar todos os seus direitos, e isso é uma iniciativa louvável”, frisou o atleta Hugo Parisi, que estará participando de sua quarta Olimpíadas.

Os voluntários

Os voluntários vão atuar na sensibilização da população e tirar dúvidas sobre violações de direito das crianças e adolescentes. Durante os jogos, os voluntários também incentivarão o público a postar fotos e textos sobre a campanha nas redes sociais. A ação vai acontecer na orla de Copacabana e nos Boulevards Olímpicos Porto Maravilha, na região central; Parque Madureira, na Zona Norte; e Centro Esportivo Miécimo da Silva, em Campo Grande, na Zona Oeste. Espera-se que a sociedade se engaje na campanha por meio das hashtags #EuRespeito #EuProtejo #EuGaranto e se sensibilize sobre a importância da proteção integral da criança e do adolescente.

“Acho essencial assegurar o direito de crianças e adolescentes e isso me engajou a estar aqui, durante os Jogos Olímpicos. Aqui temo contato com pessoas de diversas partes do mundo e isso serve como crescimento profissional, pessoal. Trocamos ideias, experiências, é uma troca de realidade. As crianças são o nosso amanhã, então temos que cuidar do nosso futuro, não só no Brasil como no mundo”, destacou a voluntária de São Paulo/SP, Nathália de Oliveira.

O voluntário argentino Jonathan Morales também destacou o futuro das novas gerações. “Eu já trabalho como voluntário há três anos e temos um objetivo que é proteger os jovens durante os grandes eventos. Pretendemos, com a campanha, deixar em evidência o combate à exploração infantil, em qualquer de suas formas, pois, seja na Argentina, de onde venho, ou de qualquer parte do mundo, os jovens, crianças e adolescentes são o futuro de nossas sociedades, de nossos povos, então creio que garantindo esses direitos esses jovens poderão crescer em um berço de garantias e direitos, trazer uma melhor qualidade de vida para nossos povos e para a América Latina como um todo”.

O projeto

A campanha faz parte do projeto “Rio 2016: Olimpíadas dos Direitos da Criança e do Adolescente”, uma continuidade da ação promovida para a Copa do Mundo FIFA 2014 que, à época, tinha como meta o combate à exploração sexual infantil. O programa de voluntariado do projeto para os Jogos Olímpicos tem como base a experiência do Grupo de Apoio em Mega Eventos (G.A.M.E.), realizada em Porto Alegre, em 2014, durante a Copa.

A realização é da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), com cofinanciamento da União Europeia (UE) e parceria do Viva Rio, da italiana ISCOS Piemonte, da Rede Internacional End Child Prostitution, Pornography and Trafficking (ECPAT) (França), das prefeituras de Porto Alegre (RS) e do Rio de Janeiro (RJ) e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

A iniciativa também conta com o apoio do governo federal, por meio da Secretaria Especial de Direitos Humanos do Ministério da Justiça e Cidadania, da Rede Mercocidades, do Programa de Cooperação 100 Cidades para 100 Projetos Brasil-Itália, da Childhood Brasil, do Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), da ECPAT Brasil, do Centro de Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes do Rio de Janeiro (Cedeca-RJ), do Comitê de Proteção Integral a Crianças e Adolescentes nos Megaeventos do Rio de Janeiro, do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 e da Rede de Gestores formada por representantes das cidades de Fortaleza/CE, Rio de Janeiro/RJ, Porto Alegre/RS, Natal/RN, Recife/PE, Salvador/BA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Cuiabá/MT, São Paulo/SP, Curitiba/PR, Manaus/AM, São Luís/MA.

Também colaboram com o projeto: o Ministério Público do Trabalho, a Fundação Abrinq, a AccorHotels, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do estado de São Paulo/SP (ABIH-SP), a Associação Brasileira de Agentes de Viagens do Rio de Janeiro (ABAV-Rio), o Shopping Madureira, a Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do estado do Rio de Janeiro (Fetranspor), a Lamsa, a Concessionária Litoral Norte (CLN), a concessionária de rodovias CART, a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), a VIA 040, o GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo, o Instituto Invenpar, o Comitê Estadual de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a Ancar Invanhoe Shopping Centers, a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), a Happy Child, a Latam, a Brasil Saúde & Ação (Brasa), o Sistema Nações Unidas no Brasil, a ANDI – Comunicação e Direitos, o Canal Futura, o Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB), a Instituição Nossa Casa e a agência de turismo Find Your Rio.

Empresas, instituições da sociedade civil e governos estaduais e municipais interessados em aderir à campanha devem entrar em contato com a FNP, pelo e-mail: projetos@fnp.org.br.

Clique e leia a noticia


Deixe seu comentário

Consulte nossa parceira da ABIH/SP

 

Associados

Selecione a cidade

Ou escolha por ordem alfabética

  • Turismo Paulista
  • MW Way
  • IDTCEMA
  • Compre o Certificado Digital com desconto
  • ABIH
  • RENT MY BRAIN
  • UBRAFE
  • São Paulo é tudo de bom